1 comentário para “Evangelho de hoje (21/03/2011) Lucas 6, 36-38”

  1. Edivan Rodrigues da Silva

    mar 21st, 2011

    Jesus nos orienta como devemos viver a pratica e a justiça.

    Bem melhor seria não julgar o outro.

    Acolher e perdoar são o caminho para a salvação.

    Somos sempre misericordiosos para com o nosso irmão?

    Caríssimo irmão nesse evangelho Jesus nos pede para que sejamos misericordiosos para com os nossos irmãos que a reciproca seja verdadeira, que bom se perguntássemos sempre ao nosso irmão como você me vê, como estou agindo na minha comunidade e minha conduta está bem? Quais são os meus erros cometidos? Será que isso acontece com alguém? Ou nos falta à humildade e também coragem para colocarmos em pratica a justiça nesse sentido?

    Muitas vezes o orgulho e a vaidade não deixa praticarmos esta modalidade de misericórdia. Veja bem meu julgamento, como é difícil ser um cristão autentico.

    Julgar e condenar são muito fáceis porque usamos um olhar irônico, uma palavra que fere e a falsidade, com isso logo encontramos o erro do nosso irmão e lhes damos a sentença do inferno. Nesse aspecto é muito interessante só vemos nos outros o que nós mesmos somos.

    O perdão é uma grande arma secreta do cristão que temos para aplicar no dia a dia com amor, sinceridade, verdade e sabedoria.

    Acolher é uma pratica que deve ser vivido sempre com amor, lealdade, alegria, acolher como Jesus nos acolhe, do jeito que nós somos.

    Partilhar esse grande momento de nossas vidas dá e receber, usar a justiça do amor e da caridade, observar bem nossa medida, porque receberemos com a mesma medida que damos.

    Nossos atos e condutas são medidas que devem sempre transbordar. Somos chamados nesse tempo de quaresma para fazermos uma avaliação de nossas vidas e consciência, ver como está nosso instrumento de medição e buscar corrigirmos nossos erros, tempo de sermos sinceros conosco mesmos, buscarmos no nosso dia a dia a transfiguração de uma realidade de viver em Cristo.

    Todos somos pecadores em busca da santidade, conhecemos uma que não teve pecado, a Santíssima Virgem Maria nossa mãe rogamos a ela que interceda sempre ao seu Filho Jesus, para que possamos obter a nossa salvação. Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.
    (Uma citação do CEC- Catecismo da Igreja – 1786 – Posta diante de uma escolha moral, a consciência pode emitir um julgamento correto de acordo com a razão e a lei divina ou, ao contrario, um julgamento errôneo que se afasta da razão e da lei divina.)


Deixe seu comentário