1 comentário para “Evangelho de hoje (20/09/2012) Lucas 7, 36-50”

  1. Edivan Rodrigues da silva

    set 21st, 2012

    Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: “Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora”. (Lc 7,39)

    Vinde a mim, todos vós que estais cansados, e descanso eu vos darei, diz o Senhor. (Mt 11,28)

    Como Jesus acolheu a profissão de fé de Pedro, que o reconhecia como o Messias, anunciando a Paixão do Filho do Homem, ele também reconhece daqueles que acredita que ele é a salvação de todos nós.

    Caríssimos e amados irmãos e irmãs um bom dia mais uma quinta feira dia de oração ao Santíssimo sacramento de Jesus, um tempinho para irmos a nossa Igreja para uma silenciosa adoração a Deus, onde apresentamos a deus nossos pecados, nossa impaciência para servir e pedir também para que tenhamos um mundo melhor e que todos possam reconhecer que é pecador e busca a santidade em Cristo Jesus.

    Hoje a Igreja celebra Santos André e Paulo Mártires coreanos. No inicio do séc.XVII , os leigos coreanos se organizaram como uma comunidade cristã fervorosa. Somente em 1836 chegaram os primeiros missionários. Nos anos seguintes, sobrevieram várias perseguições, que resultaram numa centena de mártires, entre os quais o padre André Kim Taegon e o leigo Paulo Chong Hasang.

    Vejam dois acolhimentos a Jesus diferentes, um por parte dos fariseus e o outro pela mulher conhecida aqui como pecadora. Claro que havia interesse pessoal dos fariseus por isso lhes oferecia esse banquete. O que é que vemos: Jesus sendo acolhido pela mulher e lhe dando o melhor que ela tinha o perfume mais caro e que ela poderia ter se beneficiado, mais não começou a chorar arrependida, suas lagrimas banhava os pés de Jesus e ela enxugava com seus cabelos e o beijava, ungia com o perfume que tinha trazido, reconhecendo-se pecadora e que naquele momento pedia perdão.

    E como foi o acolhimento do fariseu: Cheio de duvidas, maldades, julgamentos e pensamentos fúteis e questionamentos. Jesus penetra em seus pensamentos e como vemos no evangelho esse belíssimo exemplo de uma convivência de um verdadeiro acolhimento, perdão, amor e cristão dado pelo credor aos seus devedores.

    Caros irmãos e irmãos será que muitas vezes na nossa vida, no nosso dia a dia nos comportamos e fazemos igual aos fariseus e pouco acolhemos, perdoamos e pensamos e julgamos o outro e que até aconselhamos que se afaste daquela pessoa mesmo pertencendo a própria família, mais que pra nós ela não merece está em nosso convívio nem meio?

    Acredito que sim passamos momentos desse em nossa vida, mais quanto a mulher pecadora existe pessoas do nosso tempo iguais a ela? Claro que sim, todos somos capazes de viver o perdão e seguir o exemplo daquele desse credor do evangelho de hoje, podemos sim perdoar de coração, aplicar a justiça de Deus para os mais necessidades e dar a atenção as pessoas, não olhar e nem pensar que todos são iguais e de má vidas, não podemos julgar ninguém, mais podemos perdoar, Deus é perdão e nos acolhe sempre e sem ele não vivemos. Como esse comentário é livre todos os que acompanham podem fazer seu comentário e até partilhar nos ajudando e dando um verdadeiro sentido da partilha. Pois fé é perdão que deve ser vivido por todo cristão em Deus.

    Vejamos o § 982 do Catecismo da Igreja (CIC): Não há pecado algum, por mais grave que seja, que a santa Igreja não possa perdoar. “Não existe ninguém, por mau e culpado que seja que não deva esperar com segurança o seu perdão, desde que o seu arrependimento seja sincero”. Cristo, que morreu por todos os homens, quer que, na sua Igreja, as portas do perdão estejam sempre abertas a todo aquele que recua do pecado.

    Pela intercessão da virgem Maria e dos Santos, André e Paulo mártires, o deus de misericórdia nos abençoe e nos conduza um dia a vida eterna. Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.


Deixe seu comentário