1 comentário para “Evangelho de hoje (18/12/2012) Mateus 1, 18-24”

  1. Edivan Rodrigues da silva

    dez 18th, 2012

    Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco. (Mt 1,23)

    Ó guia de Israel, que no monte do Sinai orientastes a Moisés, oh, vinde redimir-nos com braço estendido!

    Neste tempo do advento abrimos os nossos corações e deixar o Espírito Santo realizar suas obras em nós.

    Caríssimos e amados irmãos e irmãs um bom dia que a graça de Deus nos dê força para buscarmos o verdadeiro caminho que é Jesus o Filho de Deus.
    A encarnação de Jesus é fruto da ação divina e da colaboração humana. Ele é o filho de Deus, o “Deus conosco”. Mesmo sem compreender bem o que está acontecendo, José com Maria, mantém-se firme na fidelidade e na esperança. (Liturgia Diária)

    Damos continuidade ao capitulo primeiro de Mateus em sua segunda parte, Jesus não é apenas um filho da história humana. Seu pai é divino. Nele se resume o mistério que é a vida. Deus tem a iniciativa, porque ele é a Vida plena, geradora de todas as vidas.

    Maria, representante da humanidade que recebe a vida de Deus, em sua virgindade concebe a vida de Jesus de modo inteiramente inesperado. É o Espírito de Deus que nela, e em nós, produz a v ida nova. Assim, o nascimento de Jesus, resposta de Deus aos anseios da humanidade, começa por nos ensinar que a vida é fruto da iniciativa de Deus em contato com a nossa atitude aberta e receptiva, como atitude de Maria.

    José acha estranho tudo isso, e o próprio evangelho explica por que? Sabemos que Maria concebera o filho de Deus por causa de sua abertura para a novidade de Deus. Jesus é a novidade de Deus entrando na história dos homens. Primeiro os homens estranham, não compreendem, e até chegam a confundir isso com alguma imoralidade. Muitas vezes ficamos tão longe de Deus, e o desconhecemos tanto, que quando ele entra em nossa vida pensamos em largar tudo e fugir.

    Mais paramos e refletimos e vencemos o pavor, porém começamos a compreender o mistério: é Deus que está se encarnando para nos salvar, libertando-nos de todos os obstáculos e situações que impedem nossa liberdade e vida, isto é, que nos impedem de sermos aquilo que Deus projetou para nós desde toda a eternidade: sermos a sua imagem e semelhança.

    Com toda essa narrativa podemos afirmar que Jesus é o Emanuel, o Deus conosco, e nos ensina que devemos unir ao projeto de seu pai Deus. Santíssima virgem Maria rogais por todos nós.


Deixe seu comentário