1 comentário para “Evangelho de hoje (22/02/2013) Mateus 16, 13-23”

  1. Edivan Rodrigues da silva

    fev 22nd, 2013

    Tu és Pedro e sobre esta pedra eu irei construir minha Igreja, e as portas do inferno não irão derrotá-la. (Mt 16,18)

    Eu te darei as chaves do reino dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus. (Mt 16,19)

    Acolhamos com alegria a palavra de Deus, pois ela nos conduz no caminho da santidade e da felicidade.

    Caríssimos e amados e irmãos e irmãs um bom dia e também já desejando um final de semana de muita paz e que a graça de Deus esteja com todos que buscam viver a sua palavra e que perseverem no caminho santo de Deus.Hoje a Igreja celebra o ofício da festa da Cátedra de São Pedro Apósotlo.

    Os antigos romanos neste dia, comemoravam seus falecidos em torno de uma “cátedra” (cadeira vazia, reservada ao defunto). A partir do século IV, a festa salienta a missão de mestre e pastor conferida, fundamento visível da unidade da Igreja. (Liturgia Diária).

    No evangelho de hoje Pedro confessa sua fé e diz: Tú és o Messias, o Filho do Deus vivo. Em troca da sua confissão Pedro ganha o maior elogio, e também a maior responsabilidade: do seu reconhecimento vai nascer a Igreja, a comunidade de todos aqueles que reconheceram em Jesus, na sua palavra e ação, o germe de uma nova humanidade, liberta para mais vida.

    Graças à sua confissão de fé, Pedro será o chefe dessa Igreja, e terá mais poder sobre ela. Um poder de discernir, de sabedoria e comprometida com a justiça, sabemos que a tarefa não é tão fácil, mais não é impossivel. Nada para Deus é impossivel.

    Nos dias e épocas de hoje fazemos a nós mesmo: quem é Jesus para nós? Será que já assumimos a nossa confissão e dizer como Pedro Tu és o Filho do Deus vivo? Será que ainda somos cheios de dúvidas a respeito de que Jesus é o nosso salvador? Então como Pedro temos uma grande responsabilidade quando assumimos o Cristo como nosso salvador, a tarefe não é fácil. Ela significa pois carregamos a grande responsabilidade de ser cristão de defender a justiça de Deus e defender os excluidos que vivem em nossa comunidade, por isso que Jesus diz: tudo quanto ligar ou, desliga significm, neste contexto, peseverar a causa da justiça. Quem é injusto ou não luta pela justiça não tem nada, a ver com a comunidade de Jesus, porque a luta pela justiça é a alma de nossa comunidade.

    Movidos pela graça do Espírito santo e atrídos pelo Pai, cremos e confessamos acerca de Jesus: “Tu és o Cristo, o filho de Deus vivo”. Foi sobre a rocha desta fé, confessada por São Pedro, que Cristo construiu a sua Igreja. (CIC § 424) Ano da fé – Papa Bento XVI.

    Santíssima virgem Maria rogue por todos nós. Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.


Deixe seu comentário