2 comentários para “Evangelho de hoje (06/01/2014) Mateus 4, 12-17; 23-25”

  1. Edivan Rodrigues da silva

    jan 6th, 2014

    Evangelho do dia Mateus 4,12-17.23-25 06/01/2014 (Comentários)

    Deixando a cidade de Nazaré, foi habitar em cafarnaum, à margem do lago, nos confins de zabulon e Neftali. (Mt 4,13)

    O Senhor é meu pastor nada me faltará (Sl 23)

    Na piedade popular, pode-se captar a modalidade em que a fé recebida se encarnou numa cultura e continua a transmitir-se. (Papa Francisco)
    Caríssimos e amados irmãos e irmãs estamos de volta com os comentários diários do Evangelho de Jesus Cristo de segunda a sexta feira como vimamos fazendo a dois anos e que por motivo de enfermidades estive ausentes esses últimos dois meses e que a partir de agora com a graça de Deus e as orações dos queridos irmãos e irmãs estaremos usando esse veiculo de comunicação para nossa partilha um feliz ano novo Deus os abençoem. Voltamos no Face Book, Twitte, E-mail, nos Sites de Deus é maior Mato Grosso e no Discípulos da Mãe de Deus.

    Jesus começa sua atividade na Galileia, ao norte da Palestina. Essa região era mal vista pelos habitantes do sul, da Judéia, desde o Antigo Testamento. Com efeito, o Norte havia sido tomado pelo império assírio em 722 a.C. Desde essa época tinha-se desfigurado, pois ficara em contato com civilizações pagãs, com costumes e religiões diferentes. Claro que Jesus após enfrentar o diabo das tentações que criam a injustiças ele está preparado para começar o anuncio e a realidade do reino da justiça, que trará liberdade e vida para todos.

    São três coisas muito importantes que Jesus começou agir com sabedoria: Esperança para os marginalizados, Jesus não trabalha sozinho e a Ação libertadora. Claro que ele chamou os quais formaram um grupo para a ação. Cafarnaum, ponto de partida da ação de Jesus, ficava às margens do lago de Gemeará, também chamado mar da Galileia. É aí, entre os pescadores, que Jesus encontra seus primeiros colaboradores:
    Todos nós sabemos quem é. Pedro, André, Tiago e João, são dois pares de irmãos, sinal de que o Reino é sinal de fraternidade. Jesus escolhe trabalhadores, porque ele não precisa de teoria, mas de ação. A Ação libertadora é o primeiro resumo da atividade de Jesus. O que faz ele? Aproveita de tudo o que seu povo já possuía, em primeiro lugar a Sinagoga ou a casa de oração, lugar de ouvir a palavra de Deus, meditá-la e depois coloca-la em pratica. E Jesus anuncia aí a novidade de Reino tão esperado em todos. Jesus não fica só no falar em parte para a ação. E a primeira coisa é descobrir as doenças e enfermidades do povo.

    Então diante deste evangelho de hoje dividido em três partes vemos que Jesus é a luz que nos ilumina e que devemos nos programar para vivenciar sua palavra aprendendo, meditando, refletindo e colocando em pratica, são muitas as pessoas que não conhecem a Jesus, não sabem que ele cura e nos dar vida eterna.

    Caríssimos irmãos e irmãs em cristo, devemos buscar a nossa conversão, valorizar o Reino de Deus e assumir essa luz que é Jesus que ilumina a todos e que nos mostra que Jesus no inicio de sua emissão procura a unir seu povo com a verdadeira palavra do Pai que nos concedeu a vida. Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.

    A alegria do Evangelho, que enche a vida da comunidade dos discípulos, é uma alegria missionária. Experimentam-se os setenta e dois discípulos, que voltam da missão cheios de alegria (cf. Lc 10,17) Evangelii Gaudim – Papa Francisco.

  2. Alexandre Soledade

    jan 6th, 2014

    Seja bem vindo novamente… Feliz 2014!


Deixe seu comentário